Posts Tagged virgem

Mercúrio retrógrado (Janeiro 2016)

Janeiro costuma ser o mês da ressaca do final do ano. Encerrado o período de festas, volta das férias e você acha que depois de pular sete ondas na praia a sua vida no ano milagrosamente será diferente do que semeou no ano anterior.

As características astrológicas deste mês o tornam chato e arrastado. Dois astros iniciam o seu movimento retrógrado logo nos primeiros dias. Entre 05 e 25/01, Mercúrio estará retrógrado do início de Aquário até a metade de Capricórnio. E, a partir do dia 08/01, será a vez de Júpiter retrogradar em Virgem. A Lua Nova de Capricórnio ocorre em 09/01, data que Vênus formará uma conjunção com Saturno em Sagitário.

Mercúrio ingressa na zona retrógrada em 19/12/2015. Até sair da zona retrógrada, formará três trígonos com Júpiter (ambos diretos, em 25/12; ambos retrógrados, em 15/01; Mercúrio direto, em 06/02). Sai da zona retrógrada em 14/02/2016.

Veja a imagem abaixo para compreender o movimento dos astros durante o período. Marte pouco participa dos trânsitos nesta época.

Slide1

Tenho dito que Júpiter em Virgem se encontra associado à pobreza e à falta de trabalho. Representa diminuição da atividade produtiva e a consequente redução do meio circulante. Quando retrógrado, estaremos diante de oportunidades para lidar com estes temas. Entretanto, o que mais chamará a atenção é estarmos colhendo os frutos do que vem ocorrendo quanto a estes temas desde quando ingressou na zona retrógrada, em meados de outubro. Esta retrogradação permite rever métodos de produção, embora possa reduzir margens de lucro. Diz respeito apenas à atividade industrial e ao setor de serviços.

Apresento duas interpretações para a retrogradação de Mercúrio, não excludentes entre si.

Reorganização das grandes redes de varejo, redução dos estoques e das lojas. Diminuição do portofólio de produtos oferecidos. O resultado imediato é a redução de postos de trabalho, dos impostos recolhidos e dinheiro circulando.

  • No Judiciário, revisão de processos relevantes em razão de fatos novos surgidos nos últimos dias de 2015. Não há consenso entre os juízes designados para formular pareceres importantes ou de destaque. De maneira indireta, poderemos nos deparar com declarações de juízes que interferem em outras áreas e causam algum mal estar.
  • Na vida pessoal, a época da retrogradação de Mercúrio é indicada para buscar alternativas de renda através de atividades individuais ou empreendedoras.

A conjunção de Vênus com Saturno e a Lunação em 09/01 reforçam as indicações acima. Júpiter permanecerá retrógrado até o início de maio. Em 14/02/2016, após o Carnaval, Mercúrio sairá da zona retrógrada, pronto para contar outras estórias.

 

Anúncios

, , , , , ,

4 comentários

E ninguém quis sexo

A maior parte dos astrólogos, quando julga sobre sexo, vai direto para a Casa VIII/Escorpião e, às vezes, ainda dá uma olhada na Casa V.

Antes de discorrer um pouco sobre o tema, farei uma observação: a Casa VIII e Escorpião não significam a mesma coisa. Hoje em dia, existe o péssimo costume de usar astro, Casa e Signo como se fossem uma única coisa. Se isso fosse verdade, não haveria necessidade de existirem três símbolos diferentes, bastaria um único.

Vejamos o que William Lilly fala a respeito de Escorpião e da Casa VIII. Depois a gente volta a falar sobre sexo.

Escorpião (qualidades e propriedades): Signo frio, úmido, noturno e fleumático, feminino e da triplicidade da água, fixo e governado por Marte. Geralmente representa indivíduos falsos e traiçoeiros.  Apresenta uma forma física corpulenta e forte, um rosto um tanto quanto largo e quadrado, tez escura, expressão triste, cabelos escuros e volumosos. O corpo é peludo, o pescoço é curto, embora possa ser um companheiro de confiança.

Casa VIII: O declínio do Homem; a qualidade e natureza da morte; seus legados, heranças e testamentos (após a sua morte); dote da esposa ou da noiva, se é muito ou pouco, obtido facilmente ou com dificuldade. Em duelos (disputas), representa o 2º adversário. Em questões judiciais, representa os amigos da Defesa. Representa as angústias, medos e aflições em relação à sua morte. E quem se alegrará ou se felicitará com a sua morte. Relaciona-se com as partes íntimas.

Pela descrição acima dá para perceber as diferenças entre Casa e Signo.

Mas voltando ao sexo…

Se fosse assim tão simples, todo mundo seria bem resolvido nesta área da vida. E não haveria necessidade dos longos estudos e trabalhos de Freud a respeito do assunto. A verdade é que que sexo e procriação são coisas diferentes. E por isso mesmo é que surgiram os preconceitos e os tabus. Contudo, desde a pré-história, não surgiu nada de novo em relação à maneira como o sexo é praticado.

O que Freud chamou de perversão, sempre existiu. O que mudou é que em certas épocas da História era mais ou menos tolerado. Hoje em dia, em tempos de mídia em tempo real, a tolerância é até a mesma, mas a divulgação é ampla. O desejo é essencialmente o mesmo, bem como suas motivações, fetiches e fantasias. No entanto, não existe nada mais complexo na natureza humana do que a sua própria visão a respeito da sexualidade.

Como é impossível distinguir o gênero do mapa natal, também considero ser impossível distinguir a opção sexual da pessoa apenas avaliando as configurações celestes por ocasião de seu nascimento. Assim, sigo um outro roteiro para avaliar os “mecanismos” que levam ou não à manifestação da sexualidade, o que está reprimido ou recalcado, a participação e interferência da educação familiar e cultural, antes de chegar aos seus desejos mais secretos (se houverem alguns).

Primeiro é preciso identificar quais os seus preconceitos e tabus: olhe para a localização do Signo de Virgem, comece o seu julgamento pelas configurações que afetam e interferem esta porção do Zodíaco antes de dar o seu parecer a respeito de qualquer outro posicionamento que indique como a pessoa gosta de ser abordada (Ascendente) ou tocada (Lua). Se prefere um sexo rápido (Fogo na VIII) ou um clima envolvente (Água na VIII).

Mas como hoje ninguém quis saber de sexo, acho que Virgem prevaleceu…

, , ,

3 comentários