Posts Tagged venezuela

O caso da Venezuela

A história da Venezuela está marcada por lutas e insurreições populares, sempre violentas.

A começar por sua independência, foram necessários dez anos de lutas contra as forças espanholas até a decisiva batalha de Carabobo, em 1821. Entre 1848 e 1858, o país foi governado pelos ditadores Monagas. Julian Castro liderou a Revolução de 1858, levando o país a um longo período de instabilidade e guerra civil entre os conservadores e liberais, entre 1866 e 1870. Outros ditadores se sucederam no governo do país, sendo depostos em algum momento ou assassinados, como foi o caso do Presidente Delgado). Entre 1945 e 1958, ocorreram três levantes populares. Portanto, insurreição contra o atual presidente não é uma novidade na Venezuela.

Observando o mapa abaixo, podemos observar que Marte se encontra domiciliado na Casa IV, do povo e sem aspecto. Sua posição se opõe à Casa X, apontando que o povo se encontra sempre contra a continuidade dos governos e não se inibe de ir às ruas, mesmo que com o uso da violência. A Lua também se encontra sem aspecto, aplicando-se à oposição com o Sol (Cheia), confirmando a indicação de que a população e o governo estão sempre em polos opostos. O Sol também s encontra sem aspecto e, por conta disso, questiono a legitimidade de qualquer governo que assuma a presidência do país.

venezuela

Este Sol em Câncer governa o Ascendente, que representa a identidade do país, no caso, dramática e  romântica. Simon Bolívar é referência e herói ainda nos dias de hoje a ponto de Hugo Chavez fazer dele sua fonte de inspiração.

Há um Stellium no início da Casa XI e que aponta para o principal problema das insurgências populares: o alto nível de endividamento.  E como geralmente as promessas do governo não são cumpridas os cidadãos se endividam ainda mais junto aos bancos para adquirir bens de consumo. Porém, trata-se, em geral, de uma população pobre e humilde que, no final das contas, não consegue arcar com os custos financeiros do dinheiro que tomaram junto aos bancos.

Saturno transita a região do Nadir e aponta para a pressão popular contra as restrições do sistema e, de certa maneira, também por empregos e melhores condições de trabalho. As próximas conjunções ocorrerão entre a 2ª e a 3ª semana de Maio e, mais adiante, na 2ª quinzena de Setembro. Em Setembro, há ainda o Marte transitando esta mesma região, podendo deflagar conflitos ainda mais violentos e com um maior número de mortos. Em Outubro, Júpiter cruzará o Ascendente e é um indicador de mudanças (embora, ao retrogradar, possa indicar que a sequência dos acontecimentos não seja aquela esperada e tenham de ocorrer ajustes, como dissolução do congresso, troca de parlamentares, etc.). No final de Outubro, com Mercúrio retrógrado, Marte formará uma conjunção com a Lua e é um indicador de confrontos e manifestações contra governo e autoridades. Lembrando que Marte representa a força policial e neste caso, pode apontar para populares mortos por policiais.

Apenas em Junho de 2015 Júpiter cruzará novamente o Ascendente em movimento direto, com Marte transitando o Stellium em Gêmeos. Esta deverá ser a época em que os conflitos tenderão a um desfecho, embora o histórico da Venezuela não dê para antecipar a paz enquanto a pobreza não for combatida de frente.

, , , , , , ,

Deixe um comentário