Posts Tagged retrogradação

Workshop: Mercúrio – Estabelecendo um diálogo com os deuses.

  • Em 17/04/2015, das 14 às 19:00 horas.
  • Local: Regulus: (11 5549-2655).

Sobre Mercúrio:

Mercúrio é o planeta que se encontra mais perto do Sol. Seu papel é de mensageiro e de transmissor do conhecimento. Representa a Mente Superior, a lógica, o discernimento e a análise. Este astro representa os primeiros passos para qualquer desenvolvimento tecnológico. O progresso começa com ele.

Porém, como “leva e traz” de informações tem uma natureza ambígua e adaptativa, sendo também o senhor das confusões e enganos no dia-a-dia.

Objetivos:

É o único dos planetas tradicionais que possui os três símbolos alquímicos em seu glifo…

Esta apresentação visa resgatar a sua importância interpretativa e sugerir outras possibilidades através de seu movimento, posição em relação ao Sol e períodos.

Programa:

  • mercurio1A importância de Mercúrio no gráfico astrológico.
  • Algumas ideias sobre o seu glifo.
  • Desenvolvimento do mito Hermes/Mercúrio.
  • Discussão: O caduceu e o símbolo da vida.
  • Posição em relação ao Sol:
  • Retrogradação: estações.
  • Antes e depois do Sol.
  • Práticas: Mercúrio no mapa natal.
  • Cotidiano: o ciclo de 46 anos.
  • Prática: Organizando e arrumando.

Fontes de referência:

  • Tetrabiblos, Claudius Ptolomeu.
  • O Livro da Instrução nos Elementos da Arte da Astrologia, Al Biruni.
  • Esoteric Astrology, Alan Leo.
  • Horoscope Symbols, Robert Hand.
Anúncios

, , , ,

1 Comentário

Os pepinos de Janeiro

pepinoMarte costuma ser o indicador de problemas. Procure por ele no mapa ou nos trânsitos para encontrar as encrencas.

Este mês, começa com uma oposição a Júpiter retrógrado, em 01/01, de Aquário para Leão. Esta configuração coloca frente à frente engenhosidade com criação, sem solução para um ou para outro. É bastante nefasto para quem lida com informação ou sistemas em geral, pois não encontra solução para os problemas.

Entretanto, Júpiter, que já se encontra retrógrado e dispões sobre os negócios, sugere possibilidades que não se concretizam. Com esta oposição com Marte, além de não se concretizarem, parecem se desfazer, simplesmente ir embora. Prenuncia, portanto, dificuldades financeiras particularmente para os profissionais liberais ou autônomos.

Também podem surgir grandes despesas, nem todas previstas ou então, taxas com valores acima do esperado.

Depois da oposição, a relação entre ambos fica minguante: as dificuldades e desafios devem ser encarados como maneira de encontrar soluções que possibilitem crescimento e prosperidade. E qual é a saída diante da falta de engenhosidade? Aguardar um pouco e contar com a criatividade.

Marte também formará uma quadratura com Saturno, desta vez, de Peixes para Sagitário, no dia 15/01. Trata-se de uma quadratura crescente, que se encaminha para a oposição, que ocorrerá em Maio. Esta é uma combinação que leva à inação, reforça a ausência de resultados, apontando muitas vezes para decisões equivocadas. Profissionalmente, esta combinação é desastrosa, num período em que a busca de soluções pode chegar à beira do desespero.

Para complicar, Mercúrio ficará retrógrado em Aquário no dia 18/01, antes da oposição com Júpiter ficar perfeita. Se ficasse perfeito, poderia ser de alguma ajuda com relação à oposição com Marte. Enquanto direto, caminhará lado a lado com Vênus, favorecendo todas as relações de amizade e oferecendo boas oportunidades de diálogo em todas as relações, mas especialmente nas que envolvem algum tipo de afeto.

A conjunção entre Mercúrio e Vênus, primeiro em Capricórnio e depois em Aquário, aponta para alinhamento de propósitos, duas pessoas falando as mesmas coisas no mesmo idioma.

A partir do dia 18/01, Vênus deixa Mercúrio para trás encerrando o mês em Peixes, formando ainda uma quadratura com Saturno. É o romantismo de resultados…

E enquanto isso, Mercúrio retrógrado em Aquário é justamente o que você irá precisar para rever decisões, opiniões e pontos de vista ou ainda, para avaliar maneiras totalmente diferentes ou inovadoras de fazer as mesmas coisas. Esta retrogradação é que colocará a casa em ordem.

, , , , ,

Deixe um comentário

O que há para ver no céu em Outubro de 2014

Embora o céu noturno se torne cada vem mais admirável, graças à chegada da Primavera e às constelações que as acompanham, de fato, pouco há para ser visto neste mês.

Os eventos mais interessantes apenas poderão ser vistos com um binóculo e com lente protetora contra os raios solares.

dinamicos_outubroA tabela acima mostra o desenvolvimento das conjunções ao longo do mês. Nos dias 16 e 17, Mercúrio (retrógrado) e Vênus formarão uma tríplice conjunção com o Sol. Os horários foram obtidos para a cidade de São Paulo, sem considerar o Horário de Verão.

A conjunção entre Lua e Júpiter ocorre com ambos abaixo do horizonte, próximo à estrela Regulus. Mas será possível vê-los algumas horas depois, quando a Lua estiver nascendo.

stellarium-000O Eclipse Solar do dia 23 não será visível no Hemisfério Sul. Mas ocorre com um Stellium que inclui Vênus e Mercúrio.

A conjunção da Lua com Saturno não será visível em razão da proximidade com o Sol.

A conjunção da Lua com Marte será visível ao cair da tarde do dia 28.

Contudo, aproveite para observar e entender como ocorre a retrogradação de Mercúrio.

,

Deixe um comentário

Entendendo as Retrogradações (for dummies)

É bastante comum me perguntarem o que são Estações ou o que quer dizer “ingresso na zona retrógrada” e, como deve-se interpretar esta situação.

Primeiramente, é preciso lembrar que a retrogradação dos planetas é um fenômeno aparente, que não ocorre de fato. Todos os planetas, incluindo o nosso, orbitam em torno do Sol, cada um com sua velocidade particular. Porém, quando vistos da Terra, os planetas parecem atingir uma certa posição no céu a partir da qual parecem se mover para trás entre as estrelas. Para isso, você terá que observar o céu diariamente no mesmo horário por um certo período de tempo.

Depois de algumas semanas, volta ao movimento direto, ou seja, retoma o seu curso normal. Os planetas mais lentos, porém, antes de mudarem a direção de seu movimento, parecem estacionar, permanecendo alguns dias no mesmo local no céu.

Como o Zodíaco é uma régua, é natural que este movimento seja “medido” em termos da posição que ocupa no Signo.

Em termos astronômicos, a retrogradação é um fenômeno aparente resultante das posições relativas entre o Sol, a Terra e o planeta em questão.

Os planetas interiores e os exteriores retrogradam de maneiras diferentes:

  • Os planetas interiores estacionam quando atingem a máxima elongação ocidental, ocasião em que começam a perder o seu brilho e luminosidade; e, retrogradam quando se aproximam de sua conjunção superior com o Sol.
  • Os planetas exteriores estacionam quando a Terra ultrapassa as suas órbitas e retrogradam quando se aproximam da oposição com o Sol. A partir da oposição, começam a perder o seu brilho e luminosidade.

A conjunção superior dos planetas interiores corresponde à ocasião em que apresentam máximo brilho e luminosidade, que no caso dos planetas exteriores, corresponde à oposição. No entanto, os planetas interiores são mais visíveis por ocasião de suas máximas elongações, em razão de sua distância em relação ao Sol.

Observe atentamente a imagem abaixo:

Representa a sequência dos eventos para Mercúrio. Note as datas e a posição deste planeta em relação ao Sol. Compare com o diagrama na parte inferior da imagem. A linha vermelha representa a trajetória percorrida por Mercúrio durante o período em que está retrógrado.

retro_merc

Em 14/09/2014, ocupa a posição correspondente à 2ª Estação, que será novamente percorrida em 25/10/2014, quando voltar ao movimento direto. Da mesma forma, em 10/11/2014, ocupa a posição correspondente à 1ª Estação, que percorrida anteriormente em 04/10/2014, quando iniciou o movimento retrógrado.

Há duas maneiras de acompanhar os acontecimentos do período:

Se você tiver algum astro entre 16° 46’ Libra e 02° 18’ Escorpião, Mercúrio formará uma conjunção por três vezes. Anote estas datas. O evento significativo relacionado ao astro transitado e que necessitará a sua atenção ocorrerá quando Mercúrio transitar pela 1ª vez, ainda direto. Reveja, corrija ou ajuste o que for necessário quando formar a 2ª conjunção, ainda retrógrado. Porém, a tarefa estará completada apenas quando Mercúrio transitar pela 3ª vez, direto. Nesta ocasião, Mercúrio estará aumentando em luz, proporcionando maior clareza e discernimento.

Mas caso seja uma região desocupada de seu Mapa Natal, apenas acompanhe e registre os eventos do período entre 14/09 e 04/10, especialmente aqueles da natureza de Mercúrio: documentos, papéis, escritos, pequenos objetos como cadernetas, celulares, smartphones, tablets… Igualmente, reveja, corrija ou ajuste o que for necessário enquanto Mercúrio estiver retrógrado. Entretanto, a tarefa apenas estará completada tiver saído da zona retrógrada.

Júpiter é um planeta exterior e permanecerá retrógrado sempre entre dois trígonos com o Sol.

retro_jup

Note que o Sol se afasta de Júpiter, diz-se que o planeta está aumentando em luz, o que é fortalece a ação do planeta. Após a oposição, o Sol volta a se aproximar de Júpiter e este estará ligeiramente enfraquecido, uma vez que diminui a sua luz. Os planetas exteriores são mais fortes quando matutinos.

O tempo que um planeta exterior permanece na zona retrógrada é muito grande. Júpiter ingressa em 12/09/2014, para estacionar e retrogradar apenas em 08/12/2014. Este é o período de observação dos eventos relacionados à natureza deste planeta. Contudo, como a região percorrida do Zodíaco é menor, pode-se considerar a conjunção, quadraturas e oposição aos astros do Mapa Natal. Volta ao movimento direto em 08/04/2015 e deixa a zona retrógrada em 06/07/2015, próximo de ingressar em Virgem.

Conclusões:

  • Período dos eventos: Ingresso na zona retrógrada até a 2ª Estação.
  • Ajustes e correções: Durante o movimento retrógrado.
  • Soluções e conclusões: 1ª Estação até sair da zona retrógrada.
  • Os autores tradicionais postulam que quando um planeta estiver retrógrado perde também parte de sua força para atuar de acordo com a sua natureza no Signo e na Casa que ocupa e que governa. Contudo, também apontam que ganham força à medida em que aumentam em luz. Assim, o período retrógrado de maior debilidade para um planeta interior é aquele da 1ª Estação até a conjunção com o Sol; e, dos planetas exteriores, da oposição até a 2ª Estação.
  • Com respeito aos períodos em que o planeta estiver estacionário, praticamente não existe menção dos autores tradicionais e, mesmo entre os autores modernos, não existem pesquisas convincentes que apoiem qualquer conclusão.

, , , ,

2 comentários

Júpiter retrógrado (2013/2014)

Em 07/11/2013, Júpiter entra em movimento retrógrado. O movimento retrógrado é uma particularidade que ocorre apenas do ponto de vista da Terra. Aparentemente, o astro parece se mover trás, em relação às estrelas, formando uma laçada. Na realidade, sua órbita em relação ao Sol não sofre nenhuma mudança de sentido. Apenas que dadas as posições relativas da Terra e de Júpiter, este último parece ficar para trás.

É como se você estivesse na estrada, ultrapassando um outro carro. Ao olhar para o carro que está sendo ultrapassado, você terá a impressão de que ele se move para trás, quando de fato, o que ocorre é que as posições relativas de ambos em razão de suas velocidades é que causam este efeito visual.

A Astrologia, porém, é feita do que se vê, particularmente aqui da Terra e os períodos em que um astro se encontra retrógrado são considerados importantes. Os antigos os tomavam para medir os períodos planetários. Assim, Júpiter permanece retrógrado por cerca de 4 meses na mesma região do Zodíaco e formando o mesmo desenho no céu a cada 83 anos. A retrogradação atual se encontra inserida da seguinte maneira:

  • 07/11/1847 a 06/03/1848: Júpiter retrógrado entre 20° CA 34′ e 10° CA 30′.
  • 08/11/1930 a 07/03/1931: Júpiter retrógrado entre 20° CA 31′ e 10° CA 27′.
  • 07/11/2013 a 06/03/2014: Júpiter retrógrado entre 20° CA 31′ e 10° CA 27′.
  • 06/11/2096 a 05/03/2097: Júpiter retrógrado entre 20° CA 20′ e 10° CA 16′.

Vamos então aos fatos já ocorridos:

1848No início de 1848, ocorreram uma série de revoltas nos países da Europa Ocidental visando reformas sociais. Os anos anteriores foram marcados por más colheitas e a população em geral estava empobrecida. Estas revoluções ocorreram no âmbito dos próprios países e também é conhecida como “Primavera dos Povos”.

Em 1930, o Nacional Socialismo ascendia ao poder através de uma coalizão com outros partidos e a Alemanha verificou um rápido crescimento econômico, venceu o desemprego e tronou-se uma potência na Europa. No Brasil, a data de 03/11/1930 corresponde ao fim da República Velha.

Constata-se que o trânsito de Júpiter exaltado no Signo de Câncer coloca em pauta questões políticas e sociais que resultaram em importantes mudanças históricas. É de se esperar que o mesmo ocorra com relação a este período entre o final de 2013 e o início de 2014.

O imagem abaixo ilustra as estações e a retrogradação de Júpiter para esta época:

Júpiter Rx

  • 12/08/2013, 10° CA 27′: Júpiter ingressa na zona de retrogradação.
  • 06/11/2013, 20° CA 31′: Júpiter retrógrado.
  • 06/03/2014, 10° CA 27′: Júpiter direto.
  • 01/06/2014, 20° CA 31′: Júpiter deixa a zona de retrogradação.

Em parte deste período, Vênus também estará retrógrada:

Venus Rx

  • 20/11/2013, 13° CP 33′: Vênus ingressa na zona de retrogradação.
  • 21/12/2013, 28° CP 59′: Vênus retrógrada.
  • 31/01/2014, 13° CP 33′: Vênus direta.
  • 04/03/2014, 28° CP 59′: Vênus deixa a zona de retrogradação.
  • Em 28/11/2013, Júpiter forma uma oposição com Vênus e um trígono com Mercúrio, em Escorpião.
  • Em 12/12/2013, Júpiter forma o segundo trígono com Saturno, em Escorpião.
  • Em 08/01/2014, Júpiter forma a primeira quadratura com Marte, em Libra.
  • Em 22/04/2014, Júpiter forma a segunda quadratura com Marte, em Libra, retrógrado.
  • Em 24/05/2014, Júpiter forma o terceiro trígono com Saturno, em Escorpião, retrógrado.

Os destaques são os trígonos entre Júpiter e Saturno e a oposição com Vênus. Entre 21/12¹2013 e 31/01/2014, os dois planetas benéficos estarão retrógrados.

No contexto mundial, teremos uma série de ajustes na economia mundial. Os EUA encontram-se com a sua estrutura financeira à beira da falência. A degradação da poupança e um insustentável déficit em conta corrente apontam para o colapso da ordem social no país. Porém, o descontrole dos gastos públicos é uma praga mundial, que também se verifica em nossas bandas. Na Europa, vários países tiveram de ser socorridos financeiramente, sendo o caso da Grécia o mais emblemático. Apenas recentemente, a Espanha conseguiu reequilibrar as suas contas públicas. O preço da ajuda foi austeridade, resultando em mais desemprego e crises sociais.

Tanto os EUA como os principais países da Europa, contam com fundos de assistência aos desempregados. Mas à medida que a proporção entre os empregados, que financiam o sistema, e os desempregados diminui, o sistema corre o risco de entrar igualmente em colapso. A alternativa adotada na Alemanha, na França e no Reino Unido foi elevar o valor pago para manter os fundos.

Protestos como vistos principalmente em São Paulo e Rio de Janeiro, ocorreram antes nos países que sofreram com as medidas adotadas para não deixar a Comunidade Europeia naufragar.

Os tópicos acima se encontram alinhados com os trígonos entre Saturno e Júpiter, que tratam de boas soluções para os problemas apontados.

Como vimos, há a expectativa de outros dois trígonos entre ambos, o primeiro ocorrendo com Júpiter retrógrado, em dezembro e, o segundo, com Saturno retrógrado, ao final de maio. Nos EUA, veremos os desdobramentos do aumento do teto da dívida, que chegou a parar o país por poucos dias. No Brasil, a deterioração insustentável das contas públicas que, mesmo com a injeção de 143 bilhões na economia, não será o suficiente para resolver uma outra equação: o alto endividamento das pessoas, que só cresceu nos últimos cinco anos.

Com respeito às manifestações sociais e as perspectivas da economia como um todo, no Brasil e no mundo, vale a pena ler o que escrevi em As manifestações sociais – a visão dos Cronocratas. Neste artigo, trato do ciclo entre Júpiter e Saturno.

Quando Vênus retornar ao movimento direto, Júpiter ainda estará retrógrado. A expectativa é de que o comércio e as pessoas façam o que for possível para melhorar as suas próprias contas. Na verdade, há um adágio que diz que o mercado sempre se autorregula. Porém, os fundamentos da economia já se encontram absolutamente exauridos.

No princípio de Março, Júpiter retorna ao movimento direto, mas Saturno e Marte ficam retrógrados. Isto ocorre na mesma época em que Vênus deixa a zona de retrogradação. Mesmo que não ocorram mudanças visíveis, será nesta época que a economia conseguirá apresentar respostas concretas que as organizem (ao menos, até 10/2016). O Brasil, no entanto, só terá olhos para a Copa do Mundo. É bom ficar atento à medidas lançadas nesta época, que em outros períodos, poderiam se mostrar bastante impopulares.

Quando Júpiter deixar a zona de retrogradação, diminuem sensivelmente as manifestações sociais que, mesmo nesta época, já perderam muito de seu impacto e capacidade de produzir algum resultado. Nesta época, é bom olhar para Marte, ainda em Libra. Será ele que apontará para o que de fato estará acontecendo.

superação

No plano pessoal, avalie as Casas onde Saturno e Júpiter se encontram. O primeiro, apresenta um problema ou obstáculo a ser removido de seu caminho. O segundo, por meio de seus trígonos, aponta para as possíveis soluções. No período em que estiver retrógrado, você estará diante de uma oportunidade de rever as pessoas que podem lhe ajudar, particularmente aquelas com as quais você se encontra familiarizado. Ou ainda, oportunidades de fazer bons negócios ou expandir as suas possibilidades de progresso e crescimento. Eventualmente, pode despertar o desejo de voltar a estudar algo de cunho social e que possa de fato mudar a sua vida.

Porém, o que realmente fará a diferença, será o seu grau de comprometimento, e não o quanto poderá pagar por suas mudanças. Eventualmente, terá de contar com a colaboração dos demais ou de pessoas com as quais preferia manter apenas um contato cordial. Lembre-se que qualquer trabalho realizado em equipe multiplica o tamanho dos resultados que você poderia alcançar individualmente. Marte e Saturno retrógrados estarão a lhe lembrar que sozinho(a), o seu alcance é limitado.

Verifique ainda se há algum aspecto importante ocorrendo em seu mapa durante o período em que Júpiter se encontra na zona de retrogradação. Considere especialmente os aspectos difíceis, como a conjunção, a oposição e a quadratura, pois mobilizam pessoas e acontecimentos importantes também em outras áreas de sua vida e individualizando esta época ainda mais.

Notas: 

Épocas das retrogradações de Júpiter: http://www.astropro.com/features/tables/geo/ju-sta/ju-sta09.html 
Diagramas das retrogradações de Júpiter e Saturno: http://www.cafeastrology.com/retrogrades.html 

Outros sites pesquisados:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Revolu%C3%A7%C3%B5es_de_1848 
http://pt.wikipedia.org/wiki/Fascismo 
http://diplo.org.br/imprima608 
http://clippingmp.planejamento.gov.br/cadastros/noticias/2013/10/3/visao-do-correio-os-riscos-da-crise-americana 
http://pt.wikipedia.org/wiki/Crise_da_d%C3%ADvida_p%C3%BAblica_da_Zona_Euro#Protestos_nas_ruas 
http://www.brasil247.com/pt/247/economia/119081/Economia-ter%C3%A1-inje%C3%A7%C3%A3o-de-R$-143-bilh%C3%B5es-com-13%C2%BA.htm 

, , , , , , , ,

4 comentários