Posts Tagged amor

Vênus Retrógrada e Avarenta

venus retro 3Quando este planeta se encontra no signo de Capricórnio, o senso de valor e importância fica bem apurado. Vênus é o astro da autoestima e da segurança física e material. Neste signo, sua natureza agregadora atrai para si apenas o que é durável. Por isso, na mesma medida em que é conhecida por gostar de presentes caros, joias e bens de valor, também é conhecida por selecionar os seus parceiros pela estabilidade financeira e a conta bancária que possuem.

Em trânsito, proporciona um senso de discriminação do que realmente é consistente, ao mesmo tempo que preserva o que ganha e até economiza no uso de seus pequenos bens. O signo de Capricórnio é aquele do Inverno (no Hemisfério Norte), onde “quem guarda, tem”. Por isso, ocorre ainda um certo tom de possessividade em relação aos objetos de valor.

A partir do dia 21/12/2013, Vênus estará retrógrada neste signo. Após cruzar a 2ª estação, ainda em movimento direto, formará uma oposição com Júpiter e um sextil com Saturno. Durante o tempo em que permanecer retrógrada, repetirá o aspecto com Saturno e formará uma quadratura com Marte. Após cruzar a 1ª estação, repetirá os últimos aspectos com Marte e Saturno.

venus retro 1

E essa turminha ainda se encontra estreitamente ligada, uma vez que Marte governa Saturno que governa Vênus que governa Marte. Ou seja, nesta tripla disposição há um único significado, cuja interpretação se encontra interligada numa relação de causa e efeito em círculo fechado, sem a participação dos demais planetas e luminares. Quando uma configuração planetária ocorre desta maneira, independente do restante dos astros, torna-se uma espécie de pedra no sapato, um incômodo com o qual temos de lidar por um certo tempo, embora possa ser retirado.

venus retro 2

  • Marte => Saturno: Tomar decisões difíceis de maneira cooperativa, num ambiente de falta de iniciativa.
  • Saturno => Vênus: Controle financeiro, manter os bens e os custos. Não se desfazer de nada.
  • Vênus => Marte: Eu sei o que é bom, então, ninguém sai e nada muda.

As frases acima são apenas algumas das possíveis referências e devem ser consideradas apenas sugestões, não necessariamente definitivas e valem apenas para os signos que ocupam neste período. Mas, partindo delas, podemos descrever as interpretações abaixo:

Amor: É o que normalmente se busca através da interpretação deste planeta. Contudo, encontra-se num signo que costuma ser associado aos cemitérios ou às florestas escuras. Portanto, não se trata de uma boa ocasião para iniciar um novo relacionamento. Ao contrário, a sugestão é preservar qualquer relação existente, mesmo que não esteja indo bem. E se este for o caso, provavelmente é porque um dos dois ou ambos não estão ganhando o suficiente para manter os custos de uma vida em comum.

venus retro 4E caso você estiver só, é melhor que assim permaneça. Sozinha, Vênus em Capricórnio já é uma indicação de seletividade nas relações afetivas, que transcorrem num clima de absoluta frieza emocional. Assim, o que você realmente quer é manter o controle sobre a sua vida e não agregar novas despesas a uma situação que, provavelmente, é inferior ao que gostaria. Com Marte em Libra fazendo parte desta combinação, você brigará para manter a sua autonomia, mesmo que estiver saindo em grupo. Antes amigos que namorados, não é?

Trabalho/Carreira: Preserve o que tem em mãos. É provável que novas e boas oportunidades tenham surgido recentemente e você tenha hesitado em trocar o certo pelo desconhecido, mesmo que os rendimentos sejam superiores ao que recebe no presente. Avalie se o ambiente de trabalho não está pesado com a insuficiência de resultados ou por metas não completamente alcançadas. Os profissionais mais jovens podem até contar com maior flexibilidade, mas os mais experientes conseguem manter o foco por mais tempo, sem depender da colaboração dos demais. Portanto, não conte com algum benefício que lhe tenha sido oferecido por seus superiores imediatos: eles não irão se realizar.

Dinheiro: Neste mesmo período, Júpiter se encontra retrógrado em Câncer e, no conjunto, indica a necessidade de poupar ou de manter as suas finanças pessoais rigorosamente sob controle. Esta é uma época inadequada para adquirir bens, qualquer que seja o valor. Você corre o risco de não avaliar corretamente os ganhos e as despesas envolvidas, ou ainda, vender por um valor inferior ao de mercado. Isso se dá especialmente se estiver tratando de bens oriundos de testamento, espólio ou herança.

Relações Sociais: Ocorrem com desconfiança. Por esta razão, é conveniente uma abordagem firme e direta, quando tratando com clientes, mas permitindo que a outra parte também elabore uma proposta ou contraproposta. Nas relações de amizade, particularmente quando ocorrem em pequenos grupos, há uma maior atração, em parte pelo sentido de proteção, mas também, em razão de um certo magnetismo sexual. Porém, como sempre haverá uma crítica em relação ao outro, a expectativa é de que não ocorram romances e tudo não passe de imaginação. Provavelmente, o outro não tem uma situação financeira à altura de suas expectativas.

Conflitos e Divergências: Espera-se que você não abra mão de suas opiniões e pontos de vista. E o mesmo se dará com a outra parte. Mesmo assim, até por uma necessidade de participação e colaboração, os dois lados acabarão se ajustando à medida em que cedem em alguns aspectos, mais em razão da necessidade de realizar algo ou atingir algum objetivo. Desta forma, é mais fácil solucionar conflitos em ambientes impessoais, como o local de trabalho, por exemplo. No âmbito da relação à dois, o medo de traição limita a margem de manobra, embora não impeça que possa haver paz. Nas relações familiares, particularmente entre pais e filhos, mesmo que exista uma certa resistência e tensão, espera-se que algumas divergências sejam deixadas para trás.

Conclusão:

Embora Vênus se encontra numa configuração fechada em si mesma, ocorre simultaneamente com a retrogradação de Júpiter. Ou seja, por uma certo período, são exatamente os planetas benéficos que se encontram retrógrados. Trata-se de uma época de pouco progresso e quase nenhum avanço, especialmente nos temas listados acima. Portanto, aproveite este tempo para reformular algum plano ou projeto pessoal, adequando-o ao profissional, mesmo que seja autônomo. Nas relações interpessoais, avalie o que deu errado ou onde possa haver algum equívoco em suas iniciativas, particularmente entre os dias 20/11 e 21/12.

Anúncios

, , , , , , ,

2 comentários

2013: E a brincadeira continua

Marte é o planeta que dispara os eventos representados pelos demais astros. Coloca em ação, mesmo que através de rompimentos, conflitos, discussões, brigas e desacordos. Mas também representa a espada, que corta e fere, enquanto também exerce a justiça representada tanto por Júpiter como por Saturno.

marte e saturno

Este artigo complementa e detalha o anterior: 2013: A alegria levada a sério.

Em 2013, transitará entre os signos de Aquário e Libra, percorrendo em média dois signos a cada três meses.

Recordando, começamos o ano com Júpiter retrógrado em Gêmeos; direto a partir do dia 30/01. Ingressa em Câncer no dia 25/06. Saturno encontra-se em Escorpião e estará retrógrado entre os dias 18/02 e 08/07. A última conjunção entre eles se deu em 05/2000, no signo de Touro, numa sequência iniciada com a tríplice conjunção em Libra, em 1980/81, inaugurando a série de conjunções no elemento Ar.

É a ação de Marte que faz a ligação entre estes dois astros, literalmente, coletando e transladando luz de um ao outro e vice-versa.

Em Janeiro, Marte formará primeiro um trígono minguante com Júpiter e, em seguida, uma quadratura crescente com Saturno. É absolutamente desfavorável para tratar de negócios e todos os tipos de assuntos ligados ao comércio. Há risco de desentendimentos entre equipes, especialmente entre profissionais de alto nível. A falta de acordo leva à ausência de resultados. Ainda, um péssimo período para as atividades relacionadas às publicações de todos os tipos: além dos motivos citados acima, falhas de gestão e administração deixarão a situação financeira de várias empresas do ramo bem vulneráveis.

Em Fevereiro, esta configuração se inverte, com Marte formando primeiramente uma quadratura minguante com Júpiter e então, um trígono crescente com Saturno. Há necessidade de resultados em todos os setores de atividades. Trata-se de uma época de soluções criativas, embora nem todas eficazes. Favorável para novas estratégias e planejamento em geral, mas não para a sua implementação. Esta configuração ocorre na época do Carnaval, sugerindo uma quantidade maior de acidentes por imprudência. Em todas as ações, Marte em Peixes indica falta de objetividade, concentração e foco.

Março é um mês importante, em razão do ingresso do Sol em Áries. Logo após, ocorre o sextil minguante entre Marte e Júpiter, favorável para todos os setores produtivos, especialmente a indústria de bens de consumo e aquela voltada para produtos de baixo custo. É provável que surjam novos regulamentos no mercado para incentivar a indústria e o comércio. Aproveite ainda o final do mês para iniciar o seu TCC, tese ou monografia. Talvez tenha de aprofundar as suas investigações.

Em Maio, Marte se opõe a Saturno, ainda retrógrado, portanto, uma época para encarar as dificuldades de frente. Acredito que estejamos lidando com greves e desemprego. Ocorrerão restrições de crédito em todos os níveis e pouca circulação de riqueza. Contudo, há uma nítida percepção das soluções, que devem ser colocadas em prática ainda ao longo do mês. No âmbito pessoal, diminui a resistência física e há menor assimilação dos alimentos, especialmente os açúcares e as gorduras. Favorece ainda o acúmulo de gordura nas artérias e o aumento das taxas de colesterol no sangue. Relações de afeto que enfrentam problemas se veem diante de desafios que podem significar um distanciamento ou a retomada da relação em bases mais sólidas e consistentes.

Em Julho, Júpiter se encontra em Câncer e, já com Saturno direto e com poucos dias de intervalo, Marte formará uma conjunção com  Júpiter e, juntos, um trígono minguante com Saturno. Este é um mês de tudo ou nada: podem ocorrer tanto grandes perdas como grandes ganhos. Favorável para a construção civil, especialmente a que lida com grandes obras, como hidrelétricas e mega empreendimentos comerciais. Na vida pessoal, pode tanto indicar conflitos graves entre casais e família, mas capazes de preservar a união entre as pessoas envolvidas. Embora favorável para os esportes, trata-se  de um período de grande mágoas e ressentimentos, particularmente o final do período. Este é um mês especialmente crítico para Hugo Chavez, se ainda estiver vivo.

Em Setembro, a quadratura minguante entre Marte e Saturno tem o poder de organizar os indivíduos em torno de objetivos comuns. A administração de pessoas é a grande chave para o sucesso. Mas é preciso ter o controle das finanças e das relações com clientes nas mãos. Trabalhadores autônomos obtém bons resultados profissionais. Provavelmente, um maior índice de crimes, especialmente assaltos e furtos. Também aumenta o número de abortos. Desfavorável para as atividades escolares em geral. Traz problemas para as relações que ainda não se consolidaram. Fase difícil para o namoro e o romance.

Em Novembro, Marte forma um sextil com Júpiter e Saturno, proporcionando uma simetria entre ambos. Este é um período de realizações em todos os setores de atividades. Qualquer que seja o trabalho realizado, há uma frenética busca de perfeição e aprimoramento técnico. A ambição e a necessidade de encontrar soluções para problemas simples do dia-a-dia leva a intervenções cirúrgicas e pontuais para manter o bom nível de resultados. Procure desacelerar e evite correr riscos desnecessários durante estes dias.

A tabela com as datas dos aspectos acima listados encontra-se aqui: Tabela Transitos de Marte.

As lunações e eclipses detalham ainda mais sobre os acontecimentos de 2013. Artigos a respeito virão em breve.

, , , ,

1 Comentário

Ingresso do Sol em Áries 2012

Ocorreu hoje, às 02:14, hora de Brasília.

O Ingresso do Sol em Áries é uma espécie de Revolução Solar do mundo.

Ocorre com Mercúrio retrógrado enquadrado entre Sol e Urano, sugerindo menos competição intelectual e abre portas para a colaboração no meio científico e tecnológico, como também indicado por Marte retrógrado em Virgem e Saturno retrógrado em Libra. Marte e Mercúrio se encontram em mútua recepção, o que os une ainda mais por significado e interpretação.

Pessoalmente, acredito que este não será um grande ano para as atividades individuais em geral. Ao contrário, trata-se de uma configuração que estimula a participação e o envolvimento com outras pessoas para atingir os resultados desejados.

Com Vênus e Júpiter em Touro, traz uma certa ênfase no mercado e podemos contar com algumas soluções pontuais para resolver a falta de liquidez existente na Europa e que tem afetado as demais moedas mundiais.

A fase lunar é balsâmica, com Lua em Peixes: as questões religiosas surgirão sempre com pano de fundo para a tomada de decisões. Porém, como apontam Rudhyar e Ruperti, a lua balsâmica tem uma natureza sábia, o que implica dizer que o papel desempenhado por essas lideranças não diz respeito apenas ao expressivo número de pessoas que representam, mas também, à capacidade de influenciar com ideias e inspiração.

Lua e Júpiter se comunicam entre si através de domicílio e exaltação e o setor de logística e distribuição será aquele que terá maior expansão ao longo do ano, talvez com uma alcance mundial. O mesmo pode se esperar dos setores maritmos e do comércio realizado através dos navios.

Em um ano com forte tendência pragmática e com um viés conservador, espiritualidade e religião, mesmo que importantes ao longo do período, são individualmente colocados em planos secundários.

A grande preocupação será manter a estabilidade financeira, seja no âmbito pessoal como empresarial e mesmo, estatal.

E para finalizar, os esportes contarão com grande apoio da tecnologia e da ciência para levarem a resultados ainda mais surpreendentes. Com certeza, teremos novos recordes no atletismo e outras modalidades individuais.

Ainda, preserve tudo o que lhe for importante, sejam bens ou amores. Cuide do que é seu.

 

, , , , , , , , , ,

1 Comentário

Distinguindo ruídos

Sempre que avalio um Mapa ou um conjunto de Trânsitos, busco primeiramente encontrar o tema principal que norteia aquelas configurações. Quase que simultaneamente, comparo com a realidade do mundo em que me encontro inserido, estabelecendo relações com os eventos, nem sempre os mais recentes.

O segundo semestre foi pródigo em apresentar o perfil da Geração Z e suas contribuições para o mercado de trabalho. De fato, há muitas hipóteses e poucos resultados de pesquisa, uma vez que esta geração ainda está ingressando no mercado de trabalho.

Pessoalmente, observo que em sua maior parte, os representantes das gerações X, Y e Z partilham de um mesmo grave problema: a superficialidade. Basta acompanhar as mídias para notarmos em que níveis ela ocorre. É decorrente da pressa: de resultados, de formar o primeiro milhão de reais, de experimentar o amor e o sexo… Parece até contraditório quando se ouve falar na necessidade de desacelerar o consumo.  E, de fato, desacelerar é a única solução possível para a manutenção e a sobrevivência não apenas do planeta, mas da própria humanidade, como discorri em Desacelerar.

Marte ficará retrógrado em Virgem entre o final de janeiro e meados de abril e a primeira sugestão que apresenta é a desaceleração dos meios de produção. Sob a ótica do Mercado, serve para fazer promover ajustes de todos os tipos que permitam mais eficiência dos equipamentos e máquinas disponíveis. Os ajustes de pessoas virão depois, quando Vênus estiver retrógrada entre meados de maio e o final de junho. E tudo isso, sob as bênçãos de Saturno retrógrado nos graus finais de Libra.

Na verdade, é a própria crise que impele a buscar novos métodos de produção e depois, de comercialização, para que o fluxo de capitais não se interrompa. Contudo, há um tal de Urano em Áries… Portanto, levando em conta o conjunto de configurações astrológicas, o Tema do primeiro semestre será acabar com o zumbido do temor da crise. Temor? A crise já se instalou há mais de 20 anos. Quando a Geração Z estava nascendo, a a crise já tinha se instalado.

Este zumbido tornar-se-á ruído ao longo do ano e, a falta de profundidade e reflexão da geração a quem cabe tomar as decisões mais importantes (acredite-me: é a geração Z que o faz, apesar das Gerações Babyboom, X e Y também participarem do processo), às quais se espera mais densidade e coerência. Porém, como esta geração multitarefa é incapaz de pensar em conjunto ou de proover uma análise mais complexa, ficaremos com soluções bandaid.

Acredito que a geração X tornará a assumir as rédeas pro pura necessidade de manter o controle da situação, a partir de outubro, com a retrogradação de Júpiter e o ingresso de Saturno em Escorpião. Esta combinação leva ao silêncio e ao recolhimento interior e, por isso mesmo, a uma reflexão de melhor qualidade e profundidade. Qualquer ato verdadeiramente criativo começa com o silêncio, com o vazio interior, como escrevi em outro artigo. É aquietando as próprias emoções que conseguimos domar a ansiedade e a pressa e avaliar de modo abrangente todo o conjunto de implicações que qualquer decisão possa ter sobre o mercado, as pessoas e o próprio planeta.

Nesta época, Urano também estará retrógrado, como que a sugerir a deixar a individualidade apressada em segundo plano, deixar a competição tecnológica de lado e unir as forças através de grupos e equipes de trabalho.

Todas as essas condições se refletem inclusive na expressão do amor e do afeto. As uniões, mesmo ocorrendo mais tarde, com mais idade, são apressadas e geralmente, com o claro propósito de ter filhos (apenas) ao invés de viver uma experiência amorosa. As separações são muito fáceis de ser obtidas e assim nos deparamos com muitas famílias desagregadas, onde os pais são separados e veem os filhos em tempos e prazos determinados (quando o fazem). Ao mesmo tempo, as exigências e necessidades financeiras colocam o casal (os pais) mais tempo fora de casa trabalhando do que tendo um saudável convívio com os seus familiares, especialmente as crianças. E não dá para culpá-los, este é o sistema e, em 2012, saturno em Libra e Marte em Virgem insistem nas responsabilidades, tanto as do casal como aquelas próprias do cotidiano doméstico.

E a vida pessoal de ambos e, a de ambos com a família, fica reduzida a um beijo de boa noite, quando já se encontram dormindo ou, nas atividades de final de semana.  Ah! O Amor? Em 2012 dá até para conversar a respeito. mas a partir de outubro, será necessário se responsabilizar pelos afetos e sentimentos daqueles que dependem de nós.

Por isso, a recomendação é não se deixar levar pela pressa dos resultados imediatos, sejam os profissionais como os pessoais.

Em 2012, aprenda a respirar, a controlar o ritmo de seus pulmões. Mas também, para desacelerar prestando maior atenção ao que existe à sua volta. Só assim haverá espaço para que possa vivenciar o amor de maneira mais plena e completa

, , , , , , , , ,

1 Comentário

Amor, amar e astros

Será que é possível avaliar a intensidade afetiva entre duas pessoas através do Mapa Astral?

Há um paradigma em Astrologia de que a combinação entre dois mapas representando duas pessoas não permite avaliar se existe ou não amor entre ambos. Será isso mesmo verdade?

Normalmente, diz-se que a Sinastria (método que compara o mapa entre duas ou mais pessoas) possibilita apenas identificar o potencial de realização entre ambos e suas compatibilidades. Esta é a teoria…

Para os místicos, a força da gravidade é uma espécie de amor, a força de atração existente entre os corpos e astros num dado sistema. No entanto, a gravidade mantém os corpos em movimento, sem fazer com que se toquem, o que seria uma colisão. Assim, a gravidade faz com que as distâncias entre eles sejam mantidas e respeitadas. Em nosso planeta, ao contrário, espera-se que o amor resulte em toque e carinho.

Há dois astros que, no mapa astral, referem-se a algum tipo de amor.

Primeiramente, temos a Lua, satélite da Terra. Este astro representa um tipo de amor instintivo, natural, irracional. Também significa a simpatia (ou antipatia) existente entre as pessoas.  No mapa astral individual, é um dos indicadores que aponta a capacidade de se ligar aos outros e como isso acontece, especialmente num certo ambiente.

O outro astro que representa o amor e os sentimentos é Vênus. Este planeta representa um tipo de amor onde há algum tipo de interesse, seja de segurança e proteção ou apenas da necessidade de se agregar. No mapa astral, mostra como a pessoa lida com aquilo que gostaria de chamar de seu bem como, o que ela faz para atrair ou seduzir o que deseja para si.

Lembrando que é o Sol que representa esse tipo de desejo, o que o indivíduo realmente quer, visceralmente.

Entre dois mapas, boas relações entre as Luas mostram como se simpatizam, qual é o grau de familiaridade que conseguem construir juntos. E Vênus, como elas se atraem, seja pela sedução como pela necessidade de mutuamente se protegerem. Porém, mesmo a existência de bons aspectos,  de relações harmoniosas entre esses dois astros, por mais que indiquem um forte magnetismo, não podem assegurar de que exista amor entre ambos. Ou, que A ame B ou vice-versa; no máximo, que há espaço e potencial para que se amem.

É mais ou menos como afirmar que a rede elétrica está instalada e desimpedida, mas sem assegurar de que haja energia fluindo nos fios.

Porém, embora não se possa garantir a existência do amor, com certas técnicas, é possível indicar se aquela união resultará em frutos e benefícios, apontando para uma relação duradoura. Neste ponto, a Sinastria oferece vantagens sobre as outros métodos de avaliar a combinação entre duas pessoas.

, , , , ,

Deixe um comentário