Posts Tagged 2013

Júpiter retrógrado (2013/2014)

Em 07/11/2013, Júpiter entra em movimento retrógrado. O movimento retrógrado é uma particularidade que ocorre apenas do ponto de vista da Terra. Aparentemente, o astro parece se mover trás, em relação às estrelas, formando uma laçada. Na realidade, sua órbita em relação ao Sol não sofre nenhuma mudança de sentido. Apenas que dadas as posições relativas da Terra e de Júpiter, este último parece ficar para trás.

É como se você estivesse na estrada, ultrapassando um outro carro. Ao olhar para o carro que está sendo ultrapassado, você terá a impressão de que ele se move para trás, quando de fato, o que ocorre é que as posições relativas de ambos em razão de suas velocidades é que causam este efeito visual.

A Astrologia, porém, é feita do que se vê, particularmente aqui da Terra e os períodos em que um astro se encontra retrógrado são considerados importantes. Os antigos os tomavam para medir os períodos planetários. Assim, Júpiter permanece retrógrado por cerca de 4 meses na mesma região do Zodíaco e formando o mesmo desenho no céu a cada 83 anos. A retrogradação atual se encontra inserida da seguinte maneira:

  • 07/11/1847 a 06/03/1848: Júpiter retrógrado entre 20° CA 34′ e 10° CA 30′.
  • 08/11/1930 a 07/03/1931: Júpiter retrógrado entre 20° CA 31′ e 10° CA 27′.
  • 07/11/2013 a 06/03/2014: Júpiter retrógrado entre 20° CA 31′ e 10° CA 27′.
  • 06/11/2096 a 05/03/2097: Júpiter retrógrado entre 20° CA 20′ e 10° CA 16′.

Vamos então aos fatos já ocorridos:

1848No início de 1848, ocorreram uma série de revoltas nos países da Europa Ocidental visando reformas sociais. Os anos anteriores foram marcados por más colheitas e a população em geral estava empobrecida. Estas revoluções ocorreram no âmbito dos próprios países e também é conhecida como “Primavera dos Povos”.

Em 1930, o Nacional Socialismo ascendia ao poder através de uma coalizão com outros partidos e a Alemanha verificou um rápido crescimento econômico, venceu o desemprego e tronou-se uma potência na Europa. No Brasil, a data de 03/11/1930 corresponde ao fim da República Velha.

Constata-se que o trânsito de Júpiter exaltado no Signo de Câncer coloca em pauta questões políticas e sociais que resultaram em importantes mudanças históricas. É de se esperar que o mesmo ocorra com relação a este período entre o final de 2013 e o início de 2014.

O imagem abaixo ilustra as estações e a retrogradação de Júpiter para esta época:

Júpiter Rx

  • 12/08/2013, 10° CA 27′: Júpiter ingressa na zona de retrogradação.
  • 06/11/2013, 20° CA 31′: Júpiter retrógrado.
  • 06/03/2014, 10° CA 27′: Júpiter direto.
  • 01/06/2014, 20° CA 31′: Júpiter deixa a zona de retrogradação.

Em parte deste período, Vênus também estará retrógrada:

Venus Rx

  • 20/11/2013, 13° CP 33′: Vênus ingressa na zona de retrogradação.
  • 21/12/2013, 28° CP 59′: Vênus retrógrada.
  • 31/01/2014, 13° CP 33′: Vênus direta.
  • 04/03/2014, 28° CP 59′: Vênus deixa a zona de retrogradação.
  • Em 28/11/2013, Júpiter forma uma oposição com Vênus e um trígono com Mercúrio, em Escorpião.
  • Em 12/12/2013, Júpiter forma o segundo trígono com Saturno, em Escorpião.
  • Em 08/01/2014, Júpiter forma a primeira quadratura com Marte, em Libra.
  • Em 22/04/2014, Júpiter forma a segunda quadratura com Marte, em Libra, retrógrado.
  • Em 24/05/2014, Júpiter forma o terceiro trígono com Saturno, em Escorpião, retrógrado.

Os destaques são os trígonos entre Júpiter e Saturno e a oposição com Vênus. Entre 21/12¹2013 e 31/01/2014, os dois planetas benéficos estarão retrógrados.

No contexto mundial, teremos uma série de ajustes na economia mundial. Os EUA encontram-se com a sua estrutura financeira à beira da falência. A degradação da poupança e um insustentável déficit em conta corrente apontam para o colapso da ordem social no país. Porém, o descontrole dos gastos públicos é uma praga mundial, que também se verifica em nossas bandas. Na Europa, vários países tiveram de ser socorridos financeiramente, sendo o caso da Grécia o mais emblemático. Apenas recentemente, a Espanha conseguiu reequilibrar as suas contas públicas. O preço da ajuda foi austeridade, resultando em mais desemprego e crises sociais.

Tanto os EUA como os principais países da Europa, contam com fundos de assistência aos desempregados. Mas à medida que a proporção entre os empregados, que financiam o sistema, e os desempregados diminui, o sistema corre o risco de entrar igualmente em colapso. A alternativa adotada na Alemanha, na França e no Reino Unido foi elevar o valor pago para manter os fundos.

Protestos como vistos principalmente em São Paulo e Rio de Janeiro, ocorreram antes nos países que sofreram com as medidas adotadas para não deixar a Comunidade Europeia naufragar.

Os tópicos acima se encontram alinhados com os trígonos entre Saturno e Júpiter, que tratam de boas soluções para os problemas apontados.

Como vimos, há a expectativa de outros dois trígonos entre ambos, o primeiro ocorrendo com Júpiter retrógrado, em dezembro e, o segundo, com Saturno retrógrado, ao final de maio. Nos EUA, veremos os desdobramentos do aumento do teto da dívida, que chegou a parar o país por poucos dias. No Brasil, a deterioração insustentável das contas públicas que, mesmo com a injeção de 143 bilhões na economia, não será o suficiente para resolver uma outra equação: o alto endividamento das pessoas, que só cresceu nos últimos cinco anos.

Com respeito às manifestações sociais e as perspectivas da economia como um todo, no Brasil e no mundo, vale a pena ler o que escrevi em As manifestações sociais – a visão dos Cronocratas. Neste artigo, trato do ciclo entre Júpiter e Saturno.

Quando Vênus retornar ao movimento direto, Júpiter ainda estará retrógrado. A expectativa é de que o comércio e as pessoas façam o que for possível para melhorar as suas próprias contas. Na verdade, há um adágio que diz que o mercado sempre se autorregula. Porém, os fundamentos da economia já se encontram absolutamente exauridos.

No princípio de Março, Júpiter retorna ao movimento direto, mas Saturno e Marte ficam retrógrados. Isto ocorre na mesma época em que Vênus deixa a zona de retrogradação. Mesmo que não ocorram mudanças visíveis, será nesta época que a economia conseguirá apresentar respostas concretas que as organizem (ao menos, até 10/2016). O Brasil, no entanto, só terá olhos para a Copa do Mundo. É bom ficar atento à medidas lançadas nesta época, que em outros períodos, poderiam se mostrar bastante impopulares.

Quando Júpiter deixar a zona de retrogradação, diminuem sensivelmente as manifestações sociais que, mesmo nesta época, já perderam muito de seu impacto e capacidade de produzir algum resultado. Nesta época, é bom olhar para Marte, ainda em Libra. Será ele que apontará para o que de fato estará acontecendo.

superação

No plano pessoal, avalie as Casas onde Saturno e Júpiter se encontram. O primeiro, apresenta um problema ou obstáculo a ser removido de seu caminho. O segundo, por meio de seus trígonos, aponta para as possíveis soluções. No período em que estiver retrógrado, você estará diante de uma oportunidade de rever as pessoas que podem lhe ajudar, particularmente aquelas com as quais você se encontra familiarizado. Ou ainda, oportunidades de fazer bons negócios ou expandir as suas possibilidades de progresso e crescimento. Eventualmente, pode despertar o desejo de voltar a estudar algo de cunho social e que possa de fato mudar a sua vida.

Porém, o que realmente fará a diferença, será o seu grau de comprometimento, e não o quanto poderá pagar por suas mudanças. Eventualmente, terá de contar com a colaboração dos demais ou de pessoas com as quais preferia manter apenas um contato cordial. Lembre-se que qualquer trabalho realizado em equipe multiplica o tamanho dos resultados que você poderia alcançar individualmente. Marte e Saturno retrógrados estarão a lhe lembrar que sozinho(a), o seu alcance é limitado.

Verifique ainda se há algum aspecto importante ocorrendo em seu mapa durante o período em que Júpiter se encontra na zona de retrogradação. Considere especialmente os aspectos difíceis, como a conjunção, a oposição e a quadratura, pois mobilizam pessoas e acontecimentos importantes também em outras áreas de sua vida e individualizando esta época ainda mais.

Notas: 

Épocas das retrogradações de Júpiter: http://www.astropro.com/features/tables/geo/ju-sta/ju-sta09.html 
Diagramas das retrogradações de Júpiter e Saturno: http://www.cafeastrology.com/retrogrades.html 

Outros sites pesquisados:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Revolu%C3%A7%C3%B5es_de_1848 
http://pt.wikipedia.org/wiki/Fascismo 
http://diplo.org.br/imprima608 
http://clippingmp.planejamento.gov.br/cadastros/noticias/2013/10/3/visao-do-correio-os-riscos-da-crise-americana 
http://pt.wikipedia.org/wiki/Crise_da_d%C3%ADvida_p%C3%BAblica_da_Zona_Euro#Protestos_nas_ruas 
http://www.brasil247.com/pt/247/economia/119081/Economia-ter%C3%A1-inje%C3%A7%C3%A3o-de-R$-143-bilh%C3%B5es-com-13%C2%BA.htm 
Anúncios

, , , , , , , ,

4 comentários

Ingresso do Sol em Áries 2013: Vá se divertir!

O ingresso do Sol em Áries sempre foi motivo de comemoração em todas as culturas e em todos os tempos. No Hemisfério Norte, acostumado ao frio dos invernos rigorosos, motivo de alegria, pois indicava o recomeço do período quente do ano. Existem inúmeras obras que retratam a Primavera como um cadinho de cores e sons.

As populações agro-pastoris do Oriente Médio não deixavam de festejar a data, tornando-se a inspiração da Páscoa Cristã. O Cristo que ressurge é o Sol que emerge novamente em seu esplendor, distribuindo luz, vida e calor. Não existe nada mais simbólico que partilhar o pão e o vinho depois de um longo período em que os estoques de alimento chegam ao fim e é hora de voltar a semear e plantar.

Astronomicamente, o ingresso do Sol em Áries se dá quando, em sua trajetória anual aparente ao redor da Terra, cruza o Equador celeste em direção à sua culminação Norte, por volta do dia 20/03. Em várias culturas ancestrais, era considerado o início oficial do ano.

Os astrólogos sabiam que o mapa do ingresso anual contém um conjunto de influxos que, ao se manifestarem em nosso planeta, permitem uma série de eventos e acontecimentos, primeiramente em escala mundial, antes de ocorrem no âmbito do nativo. Trata-se de uma semente que funciona como um ponteiro, um direcionador dos acontecimentos que se seguirão. De fato, não é uma garantia de que os dados eventos dar-se-ão, como o próprio Morin[i] aponta em sua obra.

O mapa do ingresso do Sol em Áries se encontra abaixo. Para dar um caráter mais universalista, utilizo o sistema de casas iguais com o Sol no Ascendente.

ingresso

Marte, senhor do Sol, igualmente se encontra em Áries e sugere a existência de conflitos importantes ao longo do ano. Mercúrio e Lua em signos de água e lentos favorecem as viagens por mar, sejam elas de curta ou longa distância ou duração. Contudo, a quadratura entre Marte e Lua é um indicador de distúrbios e manifestações populares, possivelmente por alimentos.

Ainda em Gêmeos, em detrimento, Júpiter forma uma conjunção com Aldebaran, estrela no olho do Touro. Encontra-se associada tanto ao clero como às altas patentes militares e pode ser uma indicação da linha de atuação do Papa Francisco.

As indicações para a economia não são as melhores, seja sob a perspectiva de Júpiter como de Saturno, retrógrado em Escorpião. Este último astro sugere que as reservas internacionais vem sendo mantidas artificialmente. A Lua se separa de Marte aplicando-se a Saturno, entre dois maléficos com forte tonalidade marciana e aponta para o comércio contornando as dificuldades da melhor maneira possível.

E Vênus, o astro da agregação, honrada em Peixes, porém nos Termos de Marte, está sem ação por se encontrar fora de curso nos graus finais do signo.

ingresso2Transportando este mapa para o Brasil (Brasília), teremos Sol e Marte na Casa XII, dos segredos e da traição, indicando diversos conflitos nos bastidores do poder, apesar das manifestações populares indicadas pela Lua. No entanto, acredito que os principais problemas serão a manutenção da despesa pública e o controle da inflação diante do cenário internacional, ainda em retração. Mercúrio se encontra em contra-antíscia com o Ascendente em Áries e é uma clara indicação que a imprensa estará de olho nas atividades do Congresso, particularmente aquelas de natureza duvidosa.

Diferente do que ocorre em outros países, a principal preocupação dos brasileiros será com o seu lazer, no que tende a ser bem sucedido. Assim, a atividade econômica que terá os melhores e maiores ganhos é aquela que proporciona diversão ou está associada à alegria e ao prazer.

Também acredito que o mercado de joias tenha um crescimento em nosso país, particularmente peças caras e feitas de ouro. Este metal será, na verdade, o investimento mais seguro para os próximos doze meses.

Para você, que leu até aqui, que tal ir ao shopping de sua cidade, seja para se divertir ou ir às compras numa joalheria?


[i] Morin de Villefranche (23/02/1583-06/11/1656), astrólogo francês escreveu Astrologia Gallica.

, , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

2013: A alegria levada à sério

Essa estória de que o Brasil só começa a funcionar depois do Carnaval é um mito que a cada ano se torna ainda mais ultrapassado. Não dá para esperar de dois a três meses para trabalhar e gerar recursos, especialmente num país de empreendedores.

O trânsito de Júpiter reflete exatamente este meu pensamento: retrógrado em Gêmeos até 30/01, ao retomar ao movimento direto indica a necessidade do comércio de vender o que não conseguiu na época do Natal e nas liquidações de janeiro.

Júpiter não gosta do signo de Gêmeos, pois cada um fala de uma coisa diferente: enquanto o astro deseja a síntese e a sabedoria para expandir, o signo só quer saber de brincadeiras e superficialidades. É lógico que esta combinação não acaba dando certo e as expectativas de crescimento e expansão advindas da interpretação deste planeta acabam mesmo se frustrando. Não conte com grandes avanços na circulação de dinheiro: se vem mal, assim continuará.

Portanto, até o final de junho, enquanto Júpiter estiver em Gêmeos, mantém-se a tendência de superficialidade em todos os setores ligados ao comércio,estendendo-se à imprensa em geral, especialmente a escrita. Tanto os conteúdos da internet, como de jornais e revistas, andam muito pobres. Quem depende de escrever para produzir conteúdo também deve estar notando a facilidade em juntar informações, mas a dificuldade em reuni-las de maneira coerente.

No dia-a-dia, isso quer dizer simplesmente muito papo e pouco fato. Se estiver escrevendo o seu TCC ou monografia, deixe para concluí-la no segundo semestre, caso possa. Você acabará se saindo muito melhor.

Enquanto isso, vá se divertir e brincar, fazer um curso de Origami ao invés de uma especialização ou MBA.

brincadeira

Júpiter forma par com Saturno, em Escorpião. Este representa a seriedade que é preciso ter diante dos problemas que enfrentamos. Sim, a economia está em crise e é preciso mais controle sobre os bancos e o fluxo de capitais para evitar os problemas enfrentados nos últimos dois anos. Caminhamos para a solução que, entretanto, ainda não será para este ano. Os governos da CE se fecharam em torno de si mesmos em razão das dificuldades financeiras encontradas pelos países que a compõem: suas baterias estão apontadas justamente para o sistema financeiro. E a saída não poderia ser outra: ao criar uma espécie de super banco europeu, nada mais estão fazendo do que colocar os demais bancos sob a tutela do Parlamento europeu (leia-se 1ª Ministra Angela Merkel).

Saturno ficará retrógrado entre fevereiro e o início de julho: um alívio para quem não gosta dos obstáculos e restrições representadas pelas consequências deste controle. A carga de impostos nos países mais afetados, como Grécia, Portugal e Espanha, tem criado vários problemas de popularidade junto aos seus governos em razão do desemprego que provocam, piorando ainda mais o problema da falta de dinheiro no mercado.

Leia mais sobre o que escrevi de Saturno em Escorpião no post “O Velho no Pântano“.

É no segundo semestre do ano que a combinação entre ambos se torna melhor e é quando poderemos contar com a economia voltando a funcionar de uma maneira mais coerente: o ingresso de Júpiter em Câncer é uma bênção aliado ao trânsito de Saturno em Escorpião. Continua a brincadeira, mas agora, há um objetivo: prosperidade. Esta combinação favorece os mercados em geral, desde as feiras livres até os grandes empreendimentos como shopping centers.

Ah!!! E já que o mundo não acabou mesmo, tem esse tal de amor… Não leve tão a sério as promessas do primeiro semestre, muita conversa sem compromisso. Já no segundo semestre, será mais fácil acreditar que o casal pretenda formar uma família, um lar, uma casa. E se você já tem o seu par, evite discussões no primeiro semestre, não levarão a nada, apenas à perda de um tempo precioso para o diálogo e troca de experiências.

O melhor a fazer no primeiro semestre é ler, mesmo que não seja nada profundo: distraia-se, divirta-se. Em contrapartida, no segundo semestre, tente levar a sua vida mais a sério, particularmente as relações com as pessoas importantes de sua vida.

Nota: Escreverei mais detalhes sobre 2013 ao longo do ano. Ainda tenho de falar sobre os eclipses e os aspectos entre os astros… 

, ,

2 comentários