Resenha: WinStar 6 Extended

Recentemente, empreendi uma viagem no tempo. O BlueStar foi meu primeiro programa profissional de Astrologia. No final dos anos 80, um computador AT 286 com monitor de fósforo âmbar era um artigo de luxo, obtido através dos “importadores da fronteira”. Um colega da GEA, extinta escola de Astrologia, vendeu-me uma cópia do programa. Era mais de uma dezena de disquetes de 5 ¼”, para quem se lembra, e a instalação não era limpa.

Usei este programa por muitos anos antes de usar outros e a principal razão é que ele realiza e organiza os cálculos astrológicos do jeito que eu sempre trabalhei. Com os programas seguintes, tive de adaptar os meus atendimentos ao modo de trabalho de cada um (com exceção do excelente Canopus).

Através do BlueStar, tomei conhecimento da Astro-Cartografia e da Astro-Localização. Em seu menu de ajuda, Michael Erlewine, criador do programa, deixou uma apostila praticamente pronta deste conteúdo, que é até hoje a base de meus cursos.

Junto com o link para download e a chave de registro, recebi um e-mail com as instruções para instalação, seguidas à risca. Novamente, não foi uma instalação limpa, já que houve alguns problemas com arquivos dll. Ao abrir o programa pela primeira vez e registrá-lo, foi como uma volta ao passado. A estrutura de trabalho deste programa é muito peculiar e absolutamente diferente dos demais existentes atualmente e, felizmente, eu sabia como fazer.

Configurei os básicos do programa e inseri os meus dados de nascimento. Listo abaixo as razões pelas quais adquiri o WinStar:

  • Um amplo leque de tabelas auxiliares que permitem visualizar o mapa natal em detalhes de uma forma que nenhum outro programa faz.
  • O módulo Horizons Lite é de longe o melhor aplicativo de A*C*G e Astro-Localização, com muitos recursos de grande valor.
  • A função LifeScan permite pesquisar simultaneamente com o uso combinado de vários métodos de predição.

Contras:

O programa não foi pensado para quem pratica Astrologia Tradicional e precisa de configurações particulares (apenas astros visíveis e aspectos corpo-a-corpo).

A interface é antiga e as funcionalidades para exportação para desktop são de baixa resolução.

Conclusão:

Não tive nenhuma dificuldade em lidar com o programa por ter sido usuário por anos do BlueStar. Os módulos TimeSearch e LifeScan não permitem eliminar totalmente os astros geracionais, eles estão sempre lá nas últimas linhas, dos trânsitos, algo que poderia ser corrigido. E o Local Space poderia incluir a configuração de contar os Azimutes a partir do Norte Geográfico ou Verdadeiro. Porém, a indicação das direções das cidades para onde ir, neste mesmo módulo, é preciosa, reforçando que o módulo Horizons é o melhor programde de Astro-Cartografia e Astro-Localização existente no mercado.

Tenho grande admiração pelos estudos e trabalhos realizados pelo Michael Erlewine e recomendaria este programa aos meus alunos.

Tela inicial

, , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: